Rumo ao PIB zero – 2: BC vê retração de 0,47% na economia em abril

O Indicador de Atividade Econômica do Banco Central registrou a quarta queda seguida da economia.

E alta, menos 0,47%, o dobro das expectativas do mercado de capitais.

É uma péssima notícia inaugural para as contas do segundo trimestre, sem que nenhuma reação sensível tenha se operado em maio, que só terá um alívio estatístico por comparação com maio de 2018, o mês da greve dos caminhoneiros, como você vê no gráfico. Alívio que será “pago” no indicador de junho, quando o fim da greve tirou produção e consumo da represa dos piquetes nas estradas.

Na comparação dos quadrimestres de janeiro a abril dos dois anos, o resultado já é zero. 0,06% de crescimento, para ser preciso.

Há um mês, o crescimento era de 0,23%.

Sem mudança na política econômica, o PIB Zero não é uma projeção, é uma fatalidade.

Comentários no Facebook