Real se derrete – 4,58 por dólar – e Bolsonaro faz o que acha ser piada

Comentei hoje na TVT – daqui a pouco publico o vídeo no blog – a cena grotesca que foi proporcionada por Jair Bolsonaro saindo com um palerma que se acha humorista do Palácio da Alvorada e, diante da pergunta dos jornalistas sobre o desempenho do PIB pergunta: “o que é PIB?”

No comentário, falei do absurdo que é o homem que é, ou deveria ser, o comandante de nossas políticas econômicas, não apenas para reverter a crise doméstica, mas também a imensa crise que vai tomando conta do mundo, quando a nossa moeda se derretia, cotada a 4,56 contra o dólar e 5,07 por Euro.

Enquanto eu dizia isso, o Banco Central anunciou mais um leilão de moeda americana e, com isso, a especulação foi ao máximo, levando o dólar a mais de R$ 4,58 e o Euro a passar de R$ 5,10.

Um desvalorização de mais de 14% durante o ano, seguramente a maior entre todas as moedas do mundo.

É impensável que uma elevação deste grau no câmbio não venha a ter repercussão nos preços internos, mesmo com a demanda em baixa por falta de renda da população.

Se a ideia é tornar o Brasil tão barato ao capital estrangeiro que isto aqui seja uma xepa, faltou combinar com os gringos, que sabem que na hora da xepa só se vende mercadoria estragada.

 

 

 

 

 

Comentários no Facebook