Que maravilha de mídia: Dilma aumenta, Aécio “realinha”

loucanias

A misteriosa e divertida “Madrasta do Texto Ruim“, que andou às voltas, estes dias, com o texto  da Folha que dizia que “a projeção de alta da inflação caiu”, no que ela descreve como um malabarismo para transformar o bom em mau, desde que critique o Governo Dilma,  bem que podia analisar a pérola de O Globo hoje com a entrevista de Aécio Neves ao Jornal Nacional.

Ele não vai aumentar os preços da gasolina e da eletricidade, vai realinhar.

Imagine duas senhoras no mercado:

-Você viu o preço do tomate, Ana Maria?

-Vi, tá pela hora da morte, realinhou muito. 

Já quando são aqueles “miseráveis” do governo, aí é aumento mesmo, como você lê no título da Veja, lá em cima.

O coleguinha que se prestou a este título deveria saber, se é que não sabe, que se alinha – ou realinha – algo com outra coisa.

Com o que Aécio vai (re)alinhar o preço da energia?Com os contratos, como está sendo feito? Ou com as expectativas de lucro das geradoras e distribuidoras?

E para (re)alinhar, eles vão subir ou descer?

É óbvio que se está falando de aumento de preços, mas quando é o queridinho da casa dos Marinho, prefere-se o eufemismo do “realinhar”.

Se for a Dilma, é aumento mesmo, quando não “tarifaço”.

Viva a mídia “técnica” e “imparcial”!


Der WhatsApp Chat ist offline

Comentários no Facebook