Pesquisa mostra maioria contra reabertura. A voz é a do dinheiro

O lado mais interessante da pesquisa Datafolha divulgada agora à tarde, onde se demonstra que a maioria da população (52%) é contra a liberação do comércio que está sendo adotada às pressas por prefeitos e governadores de todo o país, contra 42% que apoiam (o que é compreensível pela angústia, após semanas seguidas de restrições) é que ela revela de onde vêm as pressões para que tudo reabra.

É o dinheiro, apenas isso.

São os empresários a única parcela da população que dá suporte a esta imprudência mortal, com 60 deles apoiando o que está sendo rejeitado pela maioria.

Minto: há um grupo dissonante ante os 65% da população afirma que a pandemia está piorando no país e isso, registra a Folha, coincide com a avaliação de pesquisadores que dizem que, em duas semanas, estaremos lamentando perto de 2 mil mortes a cada dia.

É só entre os que ainda seguem apoiando Jair Bolsonaro – nem mesmo entre os que lhe deram o voto – é que crê-se que a epidemia “está melhorando” (51%), muito mais do que entre o conjunto da população (28%).

De fato, só o fanatismo explica a cegueira.

Comentários no Facebook