O mercado arde: dólar a R$ 4,10

O anúncio da China de que imporá US$ 75 bilhões em tarifas às exportações do EUA, a ameaça de retaliação do governo norte-americano e o discurso de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, silenciando sobre a queda da taxa de juros exigida por Donald Trump sacudiram o mercado financeiro.

O dólar bateu em R$ 4,10 e a bolsa de valores caiu quase 2,5%, perdendo os 98 mil pontos.

O cenário, de sombrio, vai adquirindo cara de crise profunda.

E a gente, aqui, brigando com meio mundo – ou o mundo inteiro, quase – numa hora de ameaças globais.

Alguém tem notícias de Paulo Guedes?

 

Comentários no Facebook