“Não fui eu”, de Cármem Lúcia. Sinais de curto-circuito no STF

A nota da ministra Cármem Lúcia, amanhã presidente da 2ª Turma so STF, a quem competiria, em tesa, definir a pauta de julgamento da sessão e amanhã, nega de forma veemente que seja ela a responsável por tirar da pauta o julgamento do pedido de suspensão do pedido de suspeição feito pela defesa de Lula sobre o juiz Sérgio Moro.

O que quer dizer que há uma confusão o total sobre o que vai acontecer amanhã na sessão da Turma do tribunal.

Porque, não importa o que se diga, quem estarpa com o comando da pauta amanhã.

Céámem Lúcia tirou o corpo fora e não se pode descartar a hipótese de que vem coisa pesada por aí.

Quando  ministros começam a “tirar o corpo fora” é sinal e que os acordos internos estão ruindo.

Comentários no Facebook