Ministra prepara MP para fundamentalistas tirarem crianças da escola

A ministra da Goiabeira, da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, travestida de Ministra da Educação e de Presidente da República, anuncia a Andrea Sadi, no G1, que dentro de dez dias será editada uma medida provisória para, na prática, revogar a decisão do Supremo que vetou a troca da educação escolar pela doméstica.

Damares se aproveitou da brecha deixada pelos ministros que proibiram o chamado “homeschooling” por falta de lei que regulamente a verificação do aprendizado e da socialização (?) das crianças fora do ambiente escolar, num juízo amedrontado e estúpido, para não “baterem de frente” sobre este abjeto conceito de que os filhos são “propriedade particular” dos pais.

Portanto, a menos que o Supremo conserte o desastre que produziu, logo os príncipes azuis e as princesas cor-de-rosa estarão liberados para aprenderem em casa que a Terra é plana, que o homem descende de Adão e que Darwin era primo de Karl Marx, como se pode perceber elo fato de os dois usarem barba.

Não faltarão escolas com partido para atestarem que as crianças tiraram nota dez, mediante uma pequena taxa.

Num país tão carente de medidas para a Educação, a obra inaugural é essa, tomada por uma senhora desequilibrada, enquanto o ministro da Educação preocupa-se com os “canibais” que roubam cinzeiros.

Estamos prontos para fabricar psicopatas, meninos e meninas com dinheiro mas sem qualquer noção do que seja o convívio social e com os diferentes entre si.

Quando crescerem, talvez entendam que o mundo se organiza assim: meninos usam Colt; meninas usam Beretta.

 

 

Comentários no Facebook