Guedes à prova

A partir das 14 horas, na Comissão de Constituição e Justiça, a decantada “habilidade política” do sr. Paulo Guedes, ministro da Economia, vai ter sua prova de fogo.

Os leves embates de sua audiência, semana passada, no Senado – onde o tema nem era a Previdência – não são parâmetros para o que vai acontecer hoje.

Não descarte que falte pavio a quem, como dono do dinheiro, está acostumado a mandar.

É natural que a oposição comece batendo nos pontos onde Guedes não pode se defender, a aposentadoria rural, o BPC e a capitalização, nos quais manter-se firme é comprar briga com o “Centrão” que já os vetou.

A “solução” negociada ontem por Rodrigo Maia – deixar para fazer mudanças só na comissão especial – pode ser muito boa na teoria, mas será difícil de engolir para muitos deles, quanto mais deixar de estar entre os críticos.

Muito menos interessa aos líderes dos partidos do Centrão um clima muito tranquilo e harmônico, na véspera de seu encontro com Bolsonaro: se há paz sem concessões, para que concessões?

Comentários no Facebook