Greenwald e a calma dos profissionais

Hoje cedo, pelo Twitter, o jornalista Glenn Greenwal respondeu à angústia dos que esperam uma nova série de revelações no “Morogate”, o escândalo da conspiração judiciária ocorrida na Lava Jato, como você lê acima.

Greenwald é um profissional e sabe perfeitamente contra que máquina imensa e monstruosa está levantando a bandeira do jornalismo.

Que qualquer erro ou imprecisão será transformado em “prova” da falsidade ou da ilegalidade do que está trazendo à tona.

Tem uma equipe pequena e cada texto tem de ser revisado por várias pessoas, checado e rechecado.

Os primeiros colocaram o país em alvoroço e os outros, agora, precisam ser mais agudos. Quanto mais precisos, mais sensacionais serão, não o contrário.

Quem tem pressa são os adversários da verdade, não os que sabem que ela se imporá.

Jornalismo não é uma operação de propaganda, como a Lava Jato, que tem “fases” destinadas a manter a excitação permanente.

Comentários no Facebook