Exportações em queda voltam a ameaçar fluxo cambial em janeiro

Os números da balança comercial brasileira – já um tanto desacreditados pelos erros grosseiros registrados nos meses de agosto, setembro e outubro passados – voltaram a emitir sinais preocupantes este mês.

O movimento comercial da terceira semana de novembro confirmaram os números negativos da segunda semana e mascaram uma queda, comparados às três primeiras semanas de janeiro de 2019, uma queda de 10,3%.

Como as importações também cederam (- 11,5%), o sinal é de desaceleração econômica evidente.

Pior: com franca sinalização de déficit comercial no mês, porque o saldo está positivo apenas em função da movimentação atípica dos dois primeiros dias do ano. De lá para cá, só déficit.

No lado financeiro, os 16 primeiros dias de janeiro assinalaram uma aceleração da saída de capital estrangeiro na bolsa: R$ 6,5 bilhões a menos, quase atingindo, no meio do mês, o volume de saídas de dezembro, na casa de R$ 8 bilhões.

Comemos nossas reservas internacionais em 2019 e vamos pelo mesmo caminho em 2020.

 

 

 

Comentários no Facebook