Ex-funcionários da ‘rachadinha’ foram encontrar-se cm ‘Carluxo’, diz O Globo

Juliana Dal Piva, Chico Otavio e João Paulo Saconi, em O Globo, mostram que cinco ex-assessores de Flávio e Carlos Bolsonaro, investigados no escândalo das “rachadinhas” e com o sigilo bancário quebrados pelo juiz Flávio Itabaiana Nicolau, estiveram, em dois grupos, no dia 10 de outubro no gabinete de Carlos na Câmara Municipal, onde não apareciam há anos.

É mais do que plausível a suspeita de que tenham participado de reuniões para serem orientados no depoimento que prestariam, em dezembro, ao Ministério Público.

Induzir testemunha é, por si, crime contra a administração da Justiça.

Aliás, conselho da famiglia, para estes sujeitos pegos com a boca na botija, depois do Adriano, é ordem.

Comentários no Facebook