‘Estamos em guerra’ de Piñera atiça reação dos chilenos. Veja

Muitas praças do Chile estão assim, como a Itália, no centro de Santiago.

Multidões cada vez maiores se forma e há uma forte reação contra a ação brutal dos carabineros, a PM chilena, e aos militares do Exército postos a patrulhar as ruas, antecipando mais uma noite de toque de recolher imposta ao país, agora em mais cidades ainda.

Parece que há uma reação nacional contra o que o Chile não vê desde o fim da ditadura de Augusto Pinochet.

Acusa-se, por toda parte, o governo e a mídia de estarem amplificando as imagens de depredação como forma de desmoralizar o movimento de protesto.

É claro que tudo é confuso, por ser um levante, ao que se sabe, sem lideranças políticas aparentes.

 

Comentários no Facebook