Encerrar entrevista não resolve “Crise Moro”. Mas atiça a matilha

Conta a Folha que Jair Bolsonaro encerrou abruptamente uma entrevista coletiva em São Paulo “quando uma repórter perguntou como ele avaliou “as questões envolvendo o ministro Sergio Moro”.

“Tá encerrada a entrevista”, disse e saiu do recinto.

O mais primário assessor de imprensa diria ao atual presidente que foi o pior que poderia fazer.

Claro, será a primeira pergunta na hora em que Bolsonaro “der sopa” diante de um repórter.

Os mais experientes e chegados a serem “marketeiros”, porém, usariam este  exato “script”.

Sabem que ajuda a atiçar a matilha contra imprensa, na qual, apesar dos esforços de muitos para minimizar, o escândalo só vai crescer.

Ficará aparentemente “contrariado” com a queda – não necessariamente do cargo – de seu ministro.

Bolsonaro é isso, uma fantasia.

Um mito.

 

 

Comentários no Facebook