E o Lula “já era”?

Muito interessante a pesquisa, divulgada agora há pouco pelo Poder360, sobre as tendência do eleitor para a eleição municipal em São Paulo.

Nem tanto pelo empate técnico entra Celso Russomano (16%) e Marta Suplicy (13%), algo esperado pelo recall dos nomes.

Mas pelo fato de que 4 em cada dez eleitores quer votar num candidato do ex-presidente Lula. É São Paulo, não Recife ou Salvador….

Ainda que o “Bolsodória” seja hoje impossível, a soma dos que desejam votar em um indicado do ex-capitão (24,3%) ou no do atual governador (14,3%) ficam. somados, abaixo dos 39,6% que preferem uma indicação de Lula.

O que mostra que boa parte do povão percebe que a eleição paulistana tem um significado enorme para o ex-presidente.

Dar a mão a um candidato viável, mesmo sem vencer, mas marcando um alto índice de preferência, é a melhor resposta aos que dizem que “Lula já era”.

Infelizmente, ainda impera em parte da esquerda certo comportamento “borzeguins ao leito” que resiste à postura pragmática sugerida por Lula. Além, é claro, de outros que querem fazer do purismo um manto bem alvo que esconde ambições e apetites pessoais.

Recomendo a leitura dos dados detalhados da pesquisa.

E que por um minuto se pare e pense se abrir caminho para a restauração da democracia não vale a pena.

A quem o julgamento do povão, em especial o das zonas mais pobres, é positivo não acho que deva ser vetado por narizes torcidos.

Comentários no Facebook