Crivella defende Flávio para ser candidato de Bolsonaro

É patético.

Marcelo Crivella divulgou um vídeo “prestando solidariedade” a Flávio Bolsonaro no escândalo das rachadinhas.

Diz que é uma conspiração contre o senador e contra Jair Bolsonaro. Mostra, de passagem, que Sergio Cabral – “com pena maior que o “Maníaco do Parque” – será sua arma contra Eduardo Paes.

Escandalosamente oferece este sacrifício atrás dos votos bolsonaristas na eleição do ano que vem.

Acha que, se abiscoitar os 20% que Bolsonaro teria no Rio, mais alguma coisa da máquina administrativa, tem chances de ir ao segundo turno.

No quebra-cabeças da sucessão, Witzel terá dificuldades em apoiar seu adversário de 2018.

Crivella, como já disse aqui, tem vantagens para os Bolsonaro: manter sua base fundamentalista evangélica e arranjar alguém que, perdendo, perca por seus próprios deméritos e que tire o caráter plebiscitário da eleição.

Veja a fala sabuja de Crivella.

 

Comentários no Facebook