Conchavo “garante” pensão de 60% do mínimo para viúvas

Sob o pálio hipócrita da bancada evangélica de de uma suposta bancada feminina, o governo fechou seu acordo para aprovar o dispositivo da reforma da Previdência que retira a garantia de, pelo menos, um salário mínimo nas pensões por morte na Previdência Social.

O governo, que era contra modificações quaisquer no projeto original, cedeu em medidas burocráticas, para manter a crueldade contra os indefesos.

Canalhas dos partidos e oposição, como a deputada Tábata Amaral, se abstiveram ou “sim” à emenda aglutinativa que anulava a proposta de que o mínimo fosse o mínimo.

O parlamento brasileiro não é um obstáculo à crueldade do governo Bolsonaro , é seu cúmplice.

Comentários no Facebook