Chico diz que Bolsonaro não assinar diploma é seu ‘2º Prêmio Camões”

A coluna do Ancelmo Goes, em O Globo mostra porque Chico Buarque de Holanda cruzou cinco décadas como um ícone de inteligência e dignidade para o povo brasileiro.

Diante das palhaçadas do presidente da República em recusar-se a assinar, como é praxe, o diploma de vencedor do Prêmio Camões, o maior da literatura em língua portuguesa.

— A não assinatura do Bolsonaro no diploma é para mim um segundo Prêmio Camões.

Por isso é que, mais que qualquer um, Chico, que tem o amor do povo, merece o prêmio ainda que o “rei” não lhe o queira dar, pois disse Camões:

Vereis amor da pátria, não movido de prêmio vil, mas alto e quase eterno; que não é prêmio vil ser conhecido. Por um pregão do ninho meu paterno, ouvi: vereis o nome engrandecido, daqueles de quem sois senhor superno (supremo). E julgareis qual é mais excelente, se ser do mundo Rei, se (-lo) de tal gente.

 

Comentários no Facebook