Bolsonaro reúne ministério. Ato do dia 26 está na pauta

Jair Bolsonaro está reunido com o ministério, neste momento. A reunião já estava prevista, mas a pauta, não.

Entrará nela, com certeza, a manifestação bolsominion do dia 26.

Fosse uma situação normal, certamente não haveria pressão para que os ministros entrem nesta aventura.

Mas não temos um governo normal.

Sérgio Moro mandou avisar – não por acaso – que não irá, através daqueles seus amigos do site O Bolsonarista.

Paulo Guedes ficará mais silencioso que passarinho na muda.

Os militares consideram que deram a sua cota com a convocatória do Clube Militar.

Quem garante que o ex-capitão não vai cobrar fidelidade incondicional?

Dias atrás, ao liberar até fuzis para a compra por particulares, Bolsonaro disse que “ministro meu ou é armamentista ou fica em silêncio.”

Moro nem piou, fazendo aquela cara de desolado no ato de assinatura do decreto das armas.

É possível que Bolsonaro, sobre domingo, aceite o silêncio.

Mas também pode acontecer de querer mais que isso, porque tem um estilo de mando que envolve humilhar e constranger.

Comentários no Facebook