Bolsonaro repõe salário mínimo no caminho da “vergonha nacional”

O governo Bolsonaro começou retirando R$ 8 do salário mínimo, o que me fez usar a charge acima.

Agora, ao enviar o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentária, retira, a partir de janeiro, outros R$ 11, caso fosse aproveitado o critério legal anterior.

E, prevalecendo esta “não lei” que apenas o corrige pela inflação, mais outro tanto e outro tanto, a cada ano…

É impresionante a frieza com que se trata os mais humildes neste país.

Dois quilos de feijão, ou três de arroz, muito para uma família pobre, fazem diferença.

Mas deles se tira, com a maior sem-cerimônia.

É triste ver isso ser feito aos brados de “Deus acima de tudo”…

Comentários no Facebook