Bolsonaro não freia Olavo e ainda alfineta Santos Cruz

Apesar de dizer que não houve pedido de demissão e não mencionar as queixas do general Carlos Santos Cruz aos ataques que está sofrendo de Olavo de Carvalho e dos seus filhos, Jair Bolsonaro não falou absolutamente nada em defesa de seu auxiliar e, de quebra, ainda disse que “aqueles que. por ventura, não têm o tato político estão pagando um preço junto à mídia”.

A “mídia”, por suposto, são Olavo de Carvalho, Carlos Bolsonaro e, agora, o outro filho, Eduardo, que declarou hoje que “quem não estiver alinhado com Bolsonaro vai acabar tomando crítica das pessoas que apóiam Bolsonaro”.

Acostumado a mentir, Bolsonaro negou o óbvio e disse que “não existe grupo de militares e nem grupo de Olavos, tudo é um time só”.

Como para desmenti-lo, Olavo de Carvalho acaba de publicar novas críticas ao general, acusando-o de querer ouvir  o movimento Viva Rio – segundo ele, “chavista” – sobre segurança pública e dizendo que responderá ao general Villas Bôas ” no devido tempo”, sem pressa.

Está claríssimo o “lado” do capitão e sua disposição zero de conter sua matilha.

Talvez saiba que os nossos generais só sejam valentes com quem os respeita, mas tremam de medo com quem os desmoraliza.

Comentários no Facebook