Bolsonaro está fazendo água…

A capa do popular jornal carioca O Dia, com ironia, vai a direto à linha do processo político: crise ecômica conduz à insatisfação, insatisfação conduz à rejeição e rejeição, cedo ou tarde, conduz a protestos.

Um “é a economia, estúpido”,  escrito de forma gráfico-editorial.

Bolsonaro, com as declarações que deu ontem, chamou inteiramente para si o problema dos cortes na educaçao, cujos alvos primários poderiam ser o sujeito lá do Ministério da Educação, Abraham Weintraub, e o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Colou, portanto, em sua testa um estigma, como se não bastassem os que já tem.

Ainda mais em meio a uma viagem autopromocional, sem sentido, ao exterior.

Literalmente, não está nem aí, nem aqui.

Sabendo ou não a fórmula, o ex-capitão está visivelmente fazendo água.

E quando um barco faz água, começam a pular para fora dele…

Comentários no Facebook