Bolsonaro mente até com ‘Gato-Família’ pego no Governo Lula, em 2008

A cara de pau de Jair Bolsonaro é inacreditável.

Disse, no Twitter, que o 13° do Bolsa Família poderá ser feito porque seu governo acabou com as fraudes como a de ” um animal doméstico chamado gato Billy, recebendo indevidamente”o beneficio.

De fato, um coordenador municipal de Antonio João, no Mato Grosso do Sul, (designado pela prefeitura, então, do PSDB) usou o “nome” de um gato para receber R$ 20 do Bolsa Família e foi desmascarado logo depois.

Só que isso ocorreu há mais de 10 anos, durante o governo Lula, como pode ser visto no Estadão de janeiro de 2009, narrando fatos de setembro de 2008.

O “pai” do gato, Eurico Siqueira da Rosa, foi demitido do serviço público e mandado à Justiça.

Ano passado, em setembro, a Dra. Dinamene Nascimento Nunes, da 1a. Vara Federal de Ponta Porã, mandou suspender, por irrisórios, os valores bloqueados pela falcatrua.

Quem está usando o gato Billy para fazer uma fraude, agora à boa-fé pública, é Jair Bolsonaro.

Um presidente da República que mente até com o “Bolsa-Gato” merece credibilidade em qualquer coisa?

Comentários no Facebook