Bolsonaro arma botequim para afiar os palavrões ao STF

Começou, há minutos (16h30) uma nova sessão da pocilga, digo, da reunião ministerial de Jair Bolsonaro.

Desta vez, pode apostar, sem gravação, porque sem os palavrões é que não é possível, não é?

Vão discutir contra aquele **** do Celso de Mello que, todos sabem, quer **** o presidente o o ***** do garoto dele.

E, claro, também contra o **** do Alexandre de Moraes, que fez a ***** de mandar apreender a ***** dos celulares dos bolsonaristas, só porque eles disseram que os ministros do STF eram uns ***** e que a ***** dos militares tinham de fazer logo uma intervenção, mandando logo as liberdades democráticas para a **** que os *****.

Em caso de dúvida sobre o significado dos asteriscos, basta consultar a cloaca bolsonariana no post anterior.

Ainda bem que o passador geral de pano da República, Augusto Aras, está pedindo àquele **** do Edson Fachin, um dos 11 ***** que deveria estar na cadeia para suspender o inquérito.

Comentários no Facebook