‘Aliança’ só tem 3.334 assinaturas. Com que ‘massa’ Bolsonaro vai fechar o Congresso?

O UOL noticia que, segundo informou o TSE, o Aliança pelo Brasil, invenção de Jair Bolsonaro para cumprir a exigência legal de ter um partido para se candidatar apresentou um total de 66.252 assinaturas – destas, apenas 3.334 validadas, com 48.127 estão em prazo de impugnação, 2.593 na fase de análise dos cartórios e 12.198 já consideradas inaptas.

Dizem que têm um milhão, mas estas, ninguém sabe, ninguém viu.

Alegam que os cartório eleitorais não aceitam o reconhecimento de firma por cartórios de notas, mas isso não invalidaria a sua apresentação nas zonas eleitorais, apenas não dispensaria a conferência.

Não dá 1% do total das 492 mil necessárias à criação de um partido, nem partido será criado, nem para 2020 e, talvez, nem para 2022, porque partido político é apenas uma burocracia insuportável para quem já passou por nove.

Mas cabe outro raciocínio: se com todo o apoio que tiveram de igrejas e cartórios, com este número pífio de apoiadores, como o ‘bolsonarismo-raiz” vai encher as ruas e praças do país para pedir o fechamento do Congresso e do Supremo?

Bolsonaro não tem massa para demonstrações maciças de apoio.

Esta marcha do dia 15, venho dizendo, nasceu para não acontecer.

Embora torça para que aconteça e mostre como o golpismo é esquálido e que se os militares forem loucos o bastante para entrar nessa “furada”, arranjem outra desculpa diferente da de que “o povo exige”.

Comentários no Facebook