A quadrilha do jabá

Reproduzo, para quem não tem acesso ao jornal, o conteúdo das conversas reveladas pela parceria entre a Folha e o The Intercept.

É estarrecedora, principalmente dos diálogos travados entre Deltan Dallagnol e seu colega Roberson Pozzobon.

Gula, burla fiscal, picaretagem, exploração de prestígio, planos de dissimulação de propriedade e de lavagem de dinheiro, desejo desesperado de lucrar com incautos que vão “babar” diante dos “santos” da ética, a bom preço, naturalmente.

Nojento.

Se o Conselho Nacional do Ministério público não abrir, imediatamente, um processo administrativo contra ambos, não terá mais moral para nada.

São dois jabazeiros da própria fama, que merecem, em nome da moralidade, a demissão do Serviço Público.

 

Comentários no Facebook